Após polêmica com o STF e saída de artistas, novo álbum de Sérgio Reis está cancelado

Quem divulgou a informação foi o filho do cantor Sérgio Reis, Marco Bavini. O músico de 80 anos estaria triste com a saída de diversos amigos do seu álbum, após o sertanejo se manifestar contra a postura de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

– A produção do CD, a (escolha do) repertório e a gravação foram minhas e, até então, feitas no meu estúdio. Mas, por conta do assunto ‘música’ ter ficado em segundo plano, eu interrompi tudo. Ninguém mais que eu lamenta por isso. Eu vinha gravando e construindo esse projeto há quase cinco anos de gravações. Infelizmente, foi assim. O disco não existe mais – explicou Bavini.

Após congregar os caminhoneiros para uma greve nos três dias que antecedem o feriado de 7 de setembro. Sérgio Reis, o deputado federal Otoni de Paula, um dos líderes dos caminhoneiros, “Zé Trovão”, foram alvos de busca e apreensão, na sexta-feira (20), em operação da Polícia Federal. Tudo autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes.

Sérgio Reis teve prejuízos financeiros depois da divulgação de um áudio em que ele pedia a destituição dos ministros do Supremo. Contratos de shows e comerciais de televisão foram cancelados.

– Fiquei triste. Passei mal. Eu só penso no bem dos outros. Agora, estão querendo acabar comigo como se eu fosse bandido, mas eu não sou bandido. Eu sou democrático, eu sou do bem, eu sou do amor. Não sei nem como vou pagar minhas contas – lamentou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários