Roberto Jefferson passa mal, é internado na UPA e filho faz apelo: “Meu pai está morrendo”

O filho do ex-deputado federal e atual presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, usou as redes sociais, nesta segunda-feira (30), para denunciar que o pai foi internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do presídio Bangu 8, após sofrer uma queda repentina de pressão.

Preocupado com o pai, Roberto Jefferson Filho pediu socorro para que o ex-parlamentar seja transferido para um hospital e marcou na publicação os deputados federais Eduardo Bolsonaro (PSL), Filipe Barros (PSL) e Bia Kicis (PSL).

- Meu pai está morrendo na UPA de Bangu. Precisa ser transferido urgente para o hospital – escreveu, no Twitter.

Roberto Jefferson está preso desde o dia 13 de agosto, por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que o acusa de, supostamente, participar de milícias digitais e atacar instituições democráticas. O ex-deputado de 68 anos de idade costuma dar muitas entrevistas criticando a postura ativista de ministros da Corte e é assíduo nas redes sociais, onde também não esconde suas opiniões.

A defesa do presidente nacional do PTB ingressou com pedido de habeas corpus, justificando saúde fragilizada do ex-deputado. Roberto Jefferson tem diabetes, hipotireoidismo, diverticulite, e sequelas do tratamento de câncer e de uma cirurgia bariátrica, além de problemas no intestino e no rim. O médico da penitenciária já encaminhou laudo, há duas semanas, informando que o político não pode ser assistido no local. Mas, a Corte ainda não respondeu ao documento. O pedido de HC teve parecer favorável da Procuradoria-Geral da República (PGR), na sexta-feira (27).

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários