Filha de Roberto Jefferson diz que MPE vai ter “problema sério”, se retirar o pai do comando do partido

A filha do presidente do PTB, Roberto Jefferson, a ex-deputada federal, Cristiane Brasil, comentou sobre a possibilidade do Ministério Público Eleitoral (MPE) afastar o pai do comando do partido e disse que a instituição teria “problema sério” com isso.

A ex-parlamentar revelou que acionará a Justiça contra a medida e convocará protestos em defesa do pai.

- Se o MPE tentar se meter no controle do partido vai dar um problema sério… Não existe nem motivos para essa interferência na esfera privada! Partidos são entes de natureza privada. Ninguém afasta um presidente de empresa legitimamente eleito por conta de uma investigação ilegal – disparou.

Roberto Jefferson foi preso no dia 13 de agosto por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. Ele acusa o ex-deputado de integrar uma suposta milícia digital que “desestabiliza as instituições republicanas”.

Jefferson, na verdade, era um político assíduo nas redes sociais e em programas de televisão, onde não escondia sua opinião sobre a postura ativista do judiciário e fazia duras críticas aos integrantes da Corte. Ele e o presidente Jair Bolsonaro vinham conversando sobre a intenção do chefe do Executivo em se filiar ao PTB para concorrer às eleições de 2022. Se Jefferson for retirado do comando da sigla, pode ser que o partido não aceite a entrada de Bolsonaro.

O MPE vai analisar se suspende ou não o mandato de Roberto Jefferson como presidente do PTB.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários