PIB deve crescer acima de 5% em 2021

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no Brasil, deve apresentar crescimento acima de 5% este ano. A previsão é da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, divulgada, nesta quarta-feira (1), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar do PIB ter registrado variação negativa de 0,1%, no segundo trimestre de 2021, é considerável estável pelo IBGE.

A economia brasileira avançou 6,4% no primeiro semestre e, nos últimos quatro trimestres, acumulou alta de 1,8%. Na comparação com o segundo trimestre de 2020, cresceu 12,4%.

O Ministério da Economia, sob o comando de Paulo Guedes, afirma que o país crescerá 5,3% em 2021.

- A escassez de insumos, apesar da melhora da confiança dos empresários, teve efeitos negativos relevantes. Adicionalmente, o segundo trimestre de 2021 foi o período com o maior número de mortes de covid-19, devido ao agravamento da pandemia. Além do efeito devastador nas famílias brasileiras, houve impacto relevante nas decisões econômicas dos agentes – explica, em comunicado, a Secretaria do Ministério, acrescentando que, embora haja percalços, a economia brasileira está em recuperação e será “impulsionada pelo setor privado”.
- Observa-se que a recuperação da atividade econômica acumulada em quatro trimestres, quando comparada a outros países, está diretamente relacionada à implementação da agenda de consolidação fiscal e reformas pró-mercado - afirma a pasta.

E completou:

- A vacinação em massa tem possibilitado fortalecimento dos serviços, destacando este setor como principal contribuidor para o PIB no primeiro semestre - finaliza.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários