CPI quer mãe de Paulo Gustavo na cerimônia de encerramento e música de Elis Regina “ao fundo”

A cúpula da CPI da Covid-19, composta pelos senadores de oposição Omar Aziz (PSD-AM), Randolfe Rodrigues (Sustentabilidade-AP) e Renan Calheiros (MDB-AL) pretende convidar a mãe do ator Paulo Gustavo, morto, em maio deste ano, em decorrência do coronavírus, para participar da cerimônia de encerramento da comissão de forma emblemática. Déa Lúcia Vieira Amaral teria sido convidada para discursar no final do “evento”.

Aziz, Calheiros e Randolfe planejam um grande protesto contra o Governo Federal no qual um familiar de uma vítima da Covid de cada Estado brasileiro faria parte do “espetáculo” e leria uma frase formando uma mensagem em homenagem aos quase 600 mil mortos no país.

Para os presentes entrarem no clima de compaixão, os senadores planejam colocar “ao fundo” a música “Aos nossos filhos”, de Elis Regina. E, por fim, toda a “equipe” seguiria para o plenário da Câmara, onde seria lido o relatório final sobre “acusação e culpados”.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários