STF precisa de mais um voto para reabrir inscrições do Enem 2021

Só falta mais um voto para que o Supremo Tribunal Federal (STF) reabra as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e da garantia de gratuidade a estudantes pobres.

Os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Dias Toffoli acataram o pedido de partidos políticos de oposição e entidades estudantis. Eles exigem que o Ministério da Educação aceite a isenção de taxa de inscrição para todos os estudantes e não só para os que justificaram a falta nas provas de 2020. O valor para fazer a prova custa R$ 85.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que apenas 3,1 milhões de estudantes confirmaram inscrição ao Enem 2021. Este é o menor número desde 2005 e reflete a falta de preparação básica no ano pandêmico, quando muitos governadores e prefeitos proibiram a abertura de escolas; impossibilitando os alunos de estudarem adequadamente.

A Comissão Externa de Acompanhamento do MEC na Câmara dos Deputados defendeu a reabertura das inscrições.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários