Moraes intima Carla Zambelli a depor na PF sobre atos do dia 7 de setembro

Por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) será obrigada a depor na sede da Polícia Federal, neste domingo (5); a fim de explicar por que utiliza as próprias redes sociais para divulgar apoio à manifestação do dia 7 de setembro.

- É certo que, para mim, o mar ficará agitado após essa oitiva. Mas, nada impedirá que eu mantenha minhas convicções e acredite naquilo que sempre defendi - disse Zambelli, que ainda não teve acesso aos autos do processo.

Alegando possível violência nos atos de Independência do Brasil, Moraes mandou chamá-la.

Dias antes, a parlamentar já havia utilizado as redes sociais para informar aos seguidores que “algo” aconteceria com ela porque outas pessoas presas e intimidadas por Moraes haviam relatado que os agentes federais perguntavam muito sobre Zambelli, seu trabalho e sua influência nos grupos de direita.

- Aproveito esse momento para relembrar ao povo que, por sua vontade, sem quebrar qualquer vidraça, retiramos uma Presidente da República do Palácio do Planalto. É com esse mesmo espírito que conclamo a todos meus amigos eleitores e cidadãos brasileiros a comparecerem às manifestações da Nova Independência com o propósito de pacificar o país, unir o país em prol da defesa da Constituição e das liberdades, sem qualquer ato de violência ou ataque a quem quer que seja - finalizou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários