Moraes manda PF deter criador da plataforma Gettr em Brasília

Jason Miller, empresário americano e ex-assessor do presidente Donald Trump, foi detido pela Polícia Federal, nesta terça-feira (7), no Aeroporto Internacional de Brasília. A determinação veio do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

O norte-americano está quase embarcando em voo particular, quando foi abordado pela PF para prestar depoimento em face do inquérito 4874, que apura a organização de atos antidemocráticos no Brasil.

Miller ficou em silêncio no depoimento e, em seguida, foi liberado. A PF s suspeita que o “software” da invasão do Capitólio, em Washington, em 6 de janeiro, estaria sendo aplicado no Brasil. Nada ficou comprovado.

O empresário fundou o Gettr para que o ex-presidente Trump pudesse voltar às redes sociais; uma vez que Facebook, Instagram e Twitter o baniram durante as eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Miller participou, recentemente, da Conferência de Ação Política Conservadora (Cpac); onde se encontrou e conheceu também diversas autoridades, jornalistas e youtubers de direita. O evento conservador e de direita é realizado desde 2019. O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) é quem organiza o congresso.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários