Parte de restaurante cede durante show, na ilha do Combu, em Belém

A funkeira Viviane Batidão fazia um show na noite desta terça-feira (7), feriado nacional no Brasil, na Ilha do Combu, região de mata e rio que ficam em frente à Belém, capital do Pará. Parte do restaurante onde o evento ocorria não aguentou o peso e a movimentação do público e cedeu.

De acordo com testemunhas, o acidente ocorreu porque a maior parte do público se concentrou próximo ao palco. Os restaurantes à beira do rio são todos de madeira e o piso do estabelecimento não suportou o peso dos clientes e veio abaixo.

Algumas pessoas ficaram, levemente, feridas. Ninguém em estado grave.

Com a frente do palco cedido, o show foi encerrado imediatamente, segundo o relato da própria cantora.

Acidentes como esse caso não é uma exceção porque os comércios nas ilhas paraenses têm uma característica em comum: são construídos em palafitas, com madeira rústica, leve e não muito resistente encontrada na Floresta Amazônica. A ideia é que as estruturas possam “flutuar” nas águas durante o “inverno paraense”, que é período de chuvas intensas na região.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários