Menino de 5 anos oferece ajuda a bombeiros para não ter a casa incendiada no Pantanal

Davi acompanhava o trabalho dos militares na região do Paiaguás, no Pantanal, e emocionou a equipe do Corpo de Bombeiros, ao se voluntariar para controlar o incêndio.

Bombeiro que recebeu o menino disse que chorou, ao ver o menino se aproximar com balde de água na mão.

- Ele pegou o balde e foi lá falar conosco. Um menino de apenas cinco anos. Estava ali, ajudando o pai dele, no combate aos incêndios para não atingir a casa deles. E ele não parava. Jogava o balde de água e falava da escola, em trabalhar. Sou pai também. Senti uma emoção muito grande vendo aquilo e, aí, deu para disfarçar o choro por conta da fumaça que tinha lá - contou, emocionado, o cabo Lucas Vinicius Lima Cavalcante, de 26 anos.
- As crianças gostam muito do quartel, sempre passam a mão e acenam para as viaturas. Só que neste caso é uma criança que fica mais isolada e nos impressionou pelo fato dele se propor a ajudar. Isso deu renovação de ânimo para a equipe, que está lá há alguns dias, então, essa atitude é um alívio para todos nós - completou o tenente-coronel Leandro Moura Marzolla.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários