“Se Bolsonaro avança, é golpista. Se recua, é frouxo”, dispara Malafaia

A pós o presidente Jair Bolsonaro publicar “Nota à Nação” e aos chefes dos Três Poderes e ser ofendido de “frouxo” nas redes sociais, o pastor evangélico, Silas Malafaia, não gostou da polêmica e resolveu comentar o assunto, nesta sexta-feira (10).

– É uma perseguição implacável da imprensa contra o presidente. Não tem uma notícia boa. Se presidente Bolsonaro, avança é golpista! Se recua, é frouxo! – analisou.
– A imprensa dizer que as manifestações foram atos antidemocráticos é uma afronta ao povo. William Bonner vem dizer que bolsonaristas se apossaram do verde e amarelo é uma afronta. O senhor ministro Barroso dizer que fanáticos foram às ruas é uma afronta ao povo. Nós não podemos aceitar isso – alertou.

O pastor afirmou que a grande mídia e os opositores ao Governo Bolsonaro tentaram desconsiderar “a maior manifestação política da história do Brasil em favor da liberdade de expressão, em favor de um presidente”, e afirmou que “isso não pode ser desconsiderado”.

– A esquerda sentiu a força da manifestação e ficou todo mundo caladinho, Lula e sua tropa, essa que é a verdade minha gente. Nós não podemos abrir mão: a vontade do povo prevalece. O povo é o supremo poder. Se Bolsonaro recuou pelo bem do Brasil, parabéns, vamos ver o resultado – adiantou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários