Morre David Yong-gi Cho, fundador da maior igreja evangélica do mundo

David Yong-gi Cho, morreu, aos 85 anos, em decorrência hemorragia cerebral. Ele estava hospitalizado desde junho de 2020 e faleceu em Seul, capital da Coreia do Sul, país natal do reverendo.

David Cho fundou a Yoido Full Gospel Church, em 1958. Ela se tornou tão grande no país asiático que é tida, atualmente, como a maior igreja evangélica do planeta. Em censo realizado em 2020, a denominação contava com 480 mil fieis, que iam, rigidamente, aos cultos semanais.

- Ele transmitiu o Evangelho de esperança ao povo coreano, que caiu em desespero após a Guerra da Coreia - disse a igreja em comunicado.
- Ele foi fundamental para o crescimento da igreja coreana, especialmente desenvolvendo a Yoido Full Gospel Church como a maior igreja do mundo - completou o documento.

David Yong-gi Cho, que também era conhecido no exterior como “Paul Yonggi Cho”, iniciou a apostolado na Coreia em 1958, com apenas cinco fiéis. O povo coreano lutava para se reerguer depois da Guerra da Coreia, de 1950 e 1953.

A Coreia do Sul, apesar de viver sob a ideologia milenar confucionista (uma doutrina baseada em um sistema filosófico chinês), rapidamente, se rendeu ao Evangelho de Jesus Cristo e o cristianismo no país se desenvolveu como nunca havia sido experimentado.

A igreja do pastor Yong-gi Cho conta com 400 pastores e evangelistas e 500 missionários.

Hoje, o protestantismo é a maior religião da Coreia do Sul. Em segundo lugar, vem o budismo e, em terceiro, o catolicismo.

Cho deixa três filhos e o velório será no sábado (18).

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários