Evaristo Costa reclama de demissão da CNN: “Me chutaram pela porta dos fundos. Sabotagem”

O jornalista Evaristo Costa, 44 anos, ex-Globo, resolveu desabafar na internet sobre a demissão da CNN Brasil.

- Eles me chutaram pela porta dos fundos - lamentou.

A demissão de Evaristo ocorreu em 3 de setembro, quando ele estava de férias, e o jornalista disse que ficou sabendo sem querer do desligamento.

- Eles foram extremamente deselegantes e despreparados durante o distrato. Fui surpreendido por quem não esperava ser surpreendido. Considero uma sabotagem. Mas quem levou o tiro no pé pela atitude foram eles mesmos. Eu optei pela verdade - explicou.
- Eu fui dispensado da forma que noticiei: descobri sozinho, assistindo à chamada da nova programação e não me vi: nem meu programa, nem eu lá. Um dia antes de voltar das férias, liguei para a direção e disseram que meu programa iria sair da grade e que a CNN não tinha mais interesse nos meus serviços - completou.

Indignado, o jornalista disse que a empresa de comunicação ainda pediu a ele que divulgasse a demissão como de “comum acordo”. Mas, ele se recusou.

- Durante as tentativas de negociação, eles insistiram várias vezes para que eu anunciasse de forma conjunta à imprensa que foi um distrato de comum acordo e, claro, não aceitei a mentira. Chegaram até a me enviar o texto que queriam divulgar - denunciou o “teatro”.
- (...) Na hora de me contratar, aceitaram todas as minhas exigências com carpete vermelho. Na hora de me dispensar, me chutaram pela porta dos fundos, sem qualquer consideração - criticou o apresentador que mora em Cambridge (no Reino Unido).

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários