Facebook tem "Lista VIP" de celebridades que não precisam seguir as regras da plataforma

O que todos desconfiavam, agora, é fato: o Facebook – quem diria – possui um sistema que permite aos “amigos do Rei”, como celebridades, políticos e pessoas públicas não seguirem as regras da rede social. A denúncia foi feita pelo The Wall Street Journal (WSJ), nesta segunda-feira (13). O veículo de comunicação apresentou documentos internos que foram vazados.

O programa que defende os “amigos do Rei” é chamado de “XCheck” ou “verificação cruzada”. Ele protege, descaradamente, perfis que deveriam ser restringidos pelas regras gerais do Facebook.

A lista é grande e contem, pelo menos, 5,8 milhões de usuários em todo o mundo. Quem faz postagens que a rede social de Mark Zuckerberg considera como assédio, conteúdo sexual, discurso de ódio ou incitamento à violência é, automaticamente, punido porque existe um programa que identifica isso ou mesmo os moderadores pagos para analisar. Porém, a “lista VIP” nunca é afetada.

No caso de quem está no “XCheck” e divulga algo que foge às regras do Facebook, quem faz a análise desse tipo de postagem são executivos sêniors ou funcionários da própria rede.

O Facebook reconheceu – o que alegou ser um “erro” – e disse que está tentando consertar o programa.

– (...) Precisamos melhorar o programa. Sabemos que nossa aplicação não é perfeita e há compensações entre velocidade e precisão – despistou o porta-voz do Facebook, Andy Stone.
- Não existem dois sistemas de justiça: é uma tentativa de proteção contra erros - alegou.

Em abril de 2018, Mark Zuckerberg, que é presidente-executivo do Facebook, depôs por mais de cinco horas em uma audiência no Senado americano. Ele foi convocado para explicar como a plataforma deixou vazar dados de 87 milhões de pessoas pela consultoria política Cambridge Analytica. Ele reconheceu a insegurança e as recorrentes falhas do próprio sistema.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários