STF libera estuprador para cumprir pena em casa e filha de Jefferson questiona: “É ou não é tortura?

A ex-deputada federal Cristiane Brasil, filha do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, desabafou nas redes sociais, nesta quarta-feira (15), sobre a concessão de um habeas corpus em favor do médium João de Deus, condenado a mais de 60 anos de prisão em virtude de 15 denúncias por estupro de vulnerável. Agora, o “espiritualista” pode cumprir a sentença em prisão domiciliar.

Enquanto isso, o pai dela segue preso por crime de opinião desde o dia 13 de agosto, quando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, o acusou de participar de uma suposta milícia digital.

Jefferson, que tem a saúde bem debilitada com várias doenças sérias incluindo pressão alta, problemas no coração, diabetes, câncer e doença nos rins, está, inclusive, impedido de fazer exames porque Moraes ainda não permitiu que ele retirasse a tornozeleira eletrônica.

- Um estuprador vai para a prisão domiciliar e meu pai continua sem fazer os exames que podem garantir sua vida porque o Xandão (sic) não quer tirar a tornozeleira eletrônica! É ou não é tortura?”, disparou a ex-parlamentar.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários