Futuro presidente não pode ser corrupto, desonesto ou mentiroso, aponta pesquisa encomendada pelo Podemos

Um levantamento encomendado pelo Podemos, partido que se autodenomina de centro, detalhou os requisitos que o povo brasileiro procura no presidente a ser escolhido em 2022.

Pesquisa mostrou que o eleitor não quer no currículo de nenhum candidato “falhas de caráter” que podem impactar seu desempenho à frente da nação. Assim, os entrevistados rejeitam corruptos, desonestos e ignorantes.

- 47% não toleram um candidato a chefe do Planalto corrupto;

- 19% rejeitam os desonestos e

- 9% recusam os mentirosos ou falsos.

Candidatos que fazem promessas falsas aos eleitores são rejeitados por 7% deles.

Os cidadãos também rejeitam incompetentes (5%), ignorantes (4%) ou arrogantes e prepotentes (3%), truculento (2%) e antipático (1%).

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários