Influenciadora americana é assassinada e FBI procura noivo suspeito do homicídio

Brian Laundrie, noivo da influenciadora norte-americana Gabby Petito é procurado pelo FBI, após autópsia confirmar que a causa da morte da moça foi, de fato, homicídio. O corpo da mulher foi encontrado, neste domingo (19), na Floresta Nacional de Bridger-Teton, Estado de Wyoming.

Gabby estava desaparecida desde o dia 1º de setembro, quando o noivo dela voltou para casa só, depois de uma viagem com ela.

Um casal disse que deu carona ao rapaz no dia 29 de agosto e que ele já se encontrava só. Mas, alegou que a noiva estava trabalhando em postagens para redes sociais.

A polícia ainda não sabe onde o carro do casal está.

Laundrie deixou a casa dos pais no dia 14 de setembro para ir até a T. Mabry Carlton Jr. Memorial Reserve, perto de Venice e não voltou a ter contato com eles novamente.

Petito e Laundrie já tinham um histórico de agressão verbal e violência doméstica. Um homem disse à polícia que viu uma brigada deles, no mês passado e relatou que “eles estavam falando agressivamente um com o outro e algo parecia errado”.

Em uma declaração juramentada manuscrita, a testemunha chamada Chris – cujo sobrenome foi suprimido no documento fornecido pela Polícia Municipal de Moab à CNN – disse que parecia que os dois estavam discutindo sobre o controle do telefone de Petito.

- À certa altura, ela deu um soco no braço e/ou rosto dele e tentou entrar na van - explicou, acrescentando que eles brigavam sobre o celular da influenciadora.

Em outra ocasião, o casal estava brigando na rua, em 12 de agosto, o 911 foi chamado e há uma gravação do atendimento.

- Passamos de carro e o cavalheiro estava dando um tapa na garota. Então, paramos. Eles correram na calçada. Ele começou a bater nela, entrou no carro e eles partiram - disse o policial.

O FBI pediu ajuda do público para dar informações, caso Laundrie seja reconhecido.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários