VÍDEO: Mulher faz “chá de revelação de DNA” após homem duvidar da paternidade da criança

A mãe da criança, a estudante de enfermagem Vanda Ferreira Costa, 38, fez um “chá de revelação de DNA”, depois que o ex-marido dela duvidou da paternidade do bebê. O caso ocorreu em Palestina de Goiás, no Estado de Goiás, e viralizou na internet. Ficou comprovado que o homem era, realmente, o pai do menino.

- Como o pai do Antônio Mikael pediu o DNA, fizemos. Se der positivo, quando eu estourar o balão azul, vai aparecer a fotinha do papai e da mamãe no período da gestação - esclareceu ela em vídeo compartilhado nas redes sociais, nesta quinta-feira (24) e já tem mais de 137 mil visualizações.
- A gente mora em uma cidade muito pequena. O pessoal ficava comentando que não era filho dele. Ficava falando que era filho de ‘tiquinho de um e tiquinho de outro’. Isso me machucava muito. Por isso, gravei. Só não esperava que teria tanta repercussão - contou.

A estudante disse que os rumores começaram, quando ela estava no terceiro mês de gestação. Ela entrou na Justiça para que o pai do menino pague a pensão do menino.

- Agora, com o DNA em mãos, estou aguardando uma nova audiência para realizar os acordos -
- Foi muito difícil. Era só eu. Meus pais são idosos e não puderam me acompanhar, mas agora está tudo certo. Consegui provar que eu estive certa o tempo todo - relatou.
- A gente fica tão ofendida, machuca tanto. Espero que sirva de apoio para outras mães - finalizou.

O pai da criança explicou que só duvidou da paternidade, porque, segundo ele, pediu para Vanda fazer o teste e ela teria ironizado dele, dizendo que o filho não era dele.

Asssista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários