Talibã expõe corpos de supostos sequestradores em Herat no Afeganistão

O grupo terrorista Talibã, que tomou conta da cidade de Herat, no Afeganistão, matou e pendurou em local público os corpos de quatro supostos sequestradores, neste sábado (25).

Sher Ahmad Ammar, que é vice-governador de Herat, disse que os homens sequestraram um empresário local e seu filho e pretendiam tirá-los da cidade. Mas, foram flagrados pelos extremistas, que trocou tiros com eles e os mataram.

- Seus corpos foram levados para a praça principal e pendurados na cidade como uma lição para outros sequestradores - disse Ammar.

As vítimas foram libertadas sem ferimentos, mas os terroristas não deram maiores detalhes de quem são.

Os corpos dos sequestradores foram pendurados em guindastes como forma de exemplo aos moradores locais. Os extremistas faziam a chamada para o público ver o “espetáculo”, em alto falante, enquanto os combatentes armados do Talibã se exibiam redor do veículo.

No peito de um dos fuzilados, estava escrito:

- Esse é o castigo por sequestro -

Um dos fundadores do Talibã voltou a ameaçar a população afegã, dizendo que o grupo terrorista voltará a punir os detratores com amputações e execuções para, supostamente, dissuadir criminosos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários