Boris Johnson quer acordo com Governo Bolsonaro para importar alimentos em falta

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na quinta-feira (23), que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, pretende fazer um acordo comercial emergencial com o Brasil para importar alimentos em falta por lá.

Bolsonaro e Boris tiveram uma reunião durante os dias em que o presidente brasileiro esteve em Nova York para participar da 76ª Assembleia-geral das Nações Unidas (ONU).

- Com Boris Johnson, em uma das conversas, ele quer um acordo emergencial conosco para importar algum tipo de mantimento nosso que está em falta na Inglaterra”, explicou.
- A inflação veio pra todo mundo, depois do ‘fica em casa, a economia vem depois’ e, alguns países estão com falta de alimentos - completou.
- Essa ‘batata’ passei para a Tereza Cristina (Ministra da Agricultura)”, finalizou.

O Reino Unido vem sofrendo há meses, uma grave crise de desabastecimento. Nos supermercados e restaurantes, faltam mantimentos. Tudo em virtude das rígidas e duradouras regras de isolamento social durante a pandemia da Covid-19, que quebrou muitas empresas e gerou um desemprego considerável. Há algumas semanas, o Reino Unido evitou colocar em prática as taxas alfandegárias para alimentos importados da União Europeia; a fim de evitar as prateleiras vazias em solo britânico.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários