Comércio varejista terá a melhor contratação de temporários desde o Natal de 2013

Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o mercado varejista do Brasil terá a melhor contratação de trabalhadores temporários desde o Natal desde 2013.

De acordo com cálculos da instituição, o número não vai atingir o mesmo patamar observado em 2013, quando as empresas contrataram 115,5 mil temporários. Mas, de qualquer forma, a Confederação projeta 94,2 mil vagas para atender o movimento sazonal deste fim de ano. O número é um valor bem acima dos 68,3 mil registrados em 2020, ano da pandemia da Covid-19.

Caso a previsão seja confirmada, essa será a maior contratação de temporários desde 2013 e a expectativa é que as vendas do setor cresçam 3,8% neste Natal; devido ao retorno da circulação dos consumidores e a frequente procura do comércio eletrônico.

Fora isso, o avanço no Plano Nacional de Vacinação do Governo Federal também tem dado segurança para que as pessoas voltem à normalidade e possam circular em ambientes públicos e fechados. Por isso, espera-se que o crescimento das vendas tenha uma evolução não só para o Natal, mas também já é sentido nos últimos meses.

Os segmentos de vestuário (57,91 mil) e supermercados (18,99 mil) responderão, juntos, por mais de 80% das vagas que serão criadas.

Já os Estados que mais contratarão neste fim de ano são: São Paulo (25,55 mil), Minas Gerais (10,67 mil), Rio de Janeiro (7,63 mil) e Paraná (7,19 mil).

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários