MTST protesta em frente à casa do senador Flávio Bolsonaro

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), que é líder do grupo e é ex-candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), protestou, nesta quinta-feira (30), em frente à residência do senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) contra a alta dos preços e a suposta fome no Governo Bolsonaro.

A ação começou às 09 horas da manhã e contava com a presença de algumas dezenas de pessoas. Os manifestantes, entre outros temas, pediam o impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

No Twitter, o ex-presidenciável Guilherme Boulos, elogiou a postura do grupo.

- Enquanto o povo está na fila do osso, a família Bolsonaro esbanja luxo com dinheiro duvidoso - escreveu Boulos.

A PM do Distrito Federal foi acionada e chegou ao local uma hora depois do início da manifestação e encerrou o protesto.

Na semana anterior, integrantes do MTST em São Paulo invadiram a B3, sede da Bolsa de Valores da capital paulista, e protestaram contra a fome e a suposta instabilidade do trabalho no Brasil.

Flávio Bolsonaro comentou o protesto nas redes sociais.

- Fui surpreendido com a notícia de que havia um ato do MTST na porta da minha casa aí em Brasília, com uma série de acusações, de Fake News, já antecipando a campanha de 22 com conluio de algumas emissoras que, instantaneamente, sabiam do ato - revelou.

E completou:

- Muitos deles (manifestantes) que, certamente, só tiveram o que comer por causa do trabalho e ao auxílio emergencial dado pelo presidente Bolsonaro àquelas pessoas mais necessitadas - pontuou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários