VÍDEO: Jovem de 21 anos, que atropelou e matou idoso, disse que aprendeu a dirigir pelo YouTube

A polícia acredita que Tauane da Silva Vieira, 21, participava de um “racha” com outra amiga no momento em que perdeu o controle do carro, atropelou e matou o militar da aeronáutica aposentado, de 60 anos, em Bertioga, litoral de São Paulo.

A moça admitiu que bebeu “quatro copos de pinga”, não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e confessou ter aprendido a dirigir pelo YouTube. Ela pagou fiança de R$ 1 mil e, agora, responde em liberdade.

Ao ser questionada sobre as circunstâncias do acidente, ela disse que não se lembra de nada. Mas, se recorda de ter saído de casa com o irmão, ter ingerido bebida alcóolica e, mesmo assim, dirigido.

Nas imagens, é possível ver que o militar sente que o veículo se aproximava em alta velocidade. Ele olha para trás, esboça um movimento de recuo, mas não tem tempo de se afastar. Ele é atingido pelo carro de Tauane.

A moça não aceitou fazer o teste do etilômetro. Ela coletou o sangue para dosagem alcóolica e foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande, para exame clínico de constatação de embriaguez. O resultado foi inconclusivo.

Tauane foi indiciada por homicídio culposo de trânsito. A Polícia Civil segue investigando o caso.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários