Justin Bieber lança marca de maconha

O cantor canadense de 27 anos, Justin Bieber, anunciou sua própria marca de maconha, a Peaches, que custará por embalagem, de US$ 50 a US$ 60.

A indústria da maconha é legal na maioria dos Estados norte-americanos e, por enquanto, será vendida em quatro deles: Nevada, Flórida, Massachusetts e Califórnia.

O nome Peaches é uma referência a sua mais atual música em que nos versos canta: “I got my peaches out in Georgia. Get my weed from California".

- Meus pêssegos vêm da Georgia. Minha maconha vem da California - canta o artista.

A Peaches será fabricada em parceria com a marca Cannabis Palms.

- Eu sou um fã do Palms e do que eles estão fazendo para tornar a cannabis acessível e ajudando a desestigmatizá-la, especialmente, para as muitas pessoas que a consideram útil para sua saúde mental - alegou o jovem em entrevista para a Forbes.

Entretanto, a notícia decepcionou diversos fãs protestantes e conservadores do cantor pelo mundo; uma vez que ele pregava sua conversão ao cristianismo nas redes sociais e em seus shows há anos; chegando a cantar, inclusive, músicas gospels e falando sobre sua experiência com Jesus.

Segundo alguns admiradores do cantor, sua ação é contraditória às suas crenças.

Entre as drogas mais consumidas por adolescentes americanos na faixa etária de 13 a 18 anos, estão a maconha, cigarro e ecstasy.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários