Após 43 anos de trabalhos, Globo demite Denise Saraceni

Para conter custos, a Rede Globo decidiu demitir a diretora Denise Saraceni, que trabalhava na emissora há 43 anos. Agora, se quiser realizar qualquer obra para a TV carioca, será sem qualquer tipo de vínculo empregatício.

Denise tem uma longa história de superação na empresa: ela foi a primeira mulher a ocupar o posto de diretora de núcleo da emissora, em 2001, com “Estrela Guia”.

A diretora foi a responsável por elevar os índices de audiência em novelas conhecidas como “Torre de Babel”, em 1998; Passione, em 2010; o remake de Saramandaia e a minissérie “Engraçadinha”, de Nelson Rodrigues.

Porém, devem ter “pesado” na avaliação da direção da TV Globo que os últimos trabalhos de Saraceni, como Geração Brasil e A Lei do Amor, fracassaram. Mas, a TV dos Marinho jura que a decisão foi tomada em comum acordo e nada impede que Denise volte à empresa.

Em meio a esse conturbado momento, em novembro, a diretora lança um filme sobre Pixinguinha (1897-1973), que será estrelado por Seu Jorge e Taís Araujo.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários