Pastor Silas Malafaia promete denunciar dois ministros de Bolsonaro hoje: “Perderam condição moral”

O pastor evangélico, Silas Malafaia, publicou, no Twitter, neste domingo (10), que fará séria denúncia contra dois ministros do Governo Bolsonaro, nesta segunda-feira (11).

Malafaia qualificou a revelação como "arrasa-quarteirão" e disse que, com a acusação, os dois integrantes do Governo Federal perderam a “condição moral” para continuar nos cargos.

Bastante indignado, o pastor criticou a postura dos ministros e os chamou de autoridades “inescrupulosas”.

- Gravíssimo! Atenção, povo brasileiro. Dois ministros de Bolsonaro perderam a condição moral de continuarem como ministros. Amanhã, vou postar um vídeo denunciando esses inescrupulosos. Será um verdadeiro arrasa quarteirão. Aguardem! - escreveu na publicação.

Após a postagem de Silas Malafaia, começou a rondar a internet um burburinho sobre quem seriam os novos traidores do presidente Jair Bolsonaro. Há quem diga que o Ministro Ciro Nogueira, da Casa Civil, é um deles. Pois, estaria indicando ao cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), no lugar do ex-Advogado-Geral da União (AGU), André Mendonça, outro nome de acordo com interesses pessoais.

O pastor Silas, que é líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, mandou um recado a todos que estão barrando a posse do pastor Mendonça no cargo. Inclusive, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que deveria ter agendado a sabatina três meses atrás.

- Se tentarem barrar André Mendonça, vai ter um outro que será terrivelmente evangélico. E não vão ser vocês que vão dizer se A ou B é terrivelmente evangélico - finalizou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários