Silvio Santos se afasta do SBT e funcionários suspeitam de depressão pós-Covid

O empresário e apresentador, Sílvio Santos, dono do SBT, estaria se afastando de decisões importantes da empresa de comunicação e estaria preocupando os funcionários.

Pessoas próximas ao “Homem do Baú” especulam que, após ter contraído a Covid-19, Sílvio Santos teria adquirido uma tristeza profunda e entrado em depressão.

Nos corredores do SBT, é sabido que Sílvio Santos tem medo da morte e, ao contrair o coronavírus, ficou evidente o temor e, por isso, ele se afastou do trabalho; a fim de não piorar os sintomas. Além de tudo isso, a perda de um amigo de longa data teria abalado o dono do SBT.

Sílvio Santos sempre foi bem ativo nas questões referentes à empresa que criou e, mesmo durante a pandemia, sempre foi presente nas decisões e gostava de ligar, pessoalmente, para os funcionários e interferia em todos os assuntos, como grade da TV, demissões, mudanças, etc.

A grande ironia disso tudo é que Sílvio Santos desenvolveu tristeza, justamente, no ano em que ele conseguiu importantes vitórias: abocanhou respeitáveis torneios de futebol da concorrente Globo (a quem ele chama, carinhosamente, de “Poderosa”), liderou a audiência em alguns momentos e já pensava em novo programas para o seu público, que não para de crescer.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários