CPI: Randolfe diz que trabalho da Comissão não termina com a entrega do relatório

O senador de oposição Randolfe Rodrigues (Rede-AP), também vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, disse que os trabalhos do colegiado não vão terminar com a entrega do relatório final que está sendo preparado pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL).

Randolfe, que já discutiu com o presidente Jair Bolsonaro em público e quase vão às “vias de fato”, disse que a intenção é fazer o documento chegar à Procuradoria-Geral da República (PGR) e o Tribunal Penal Internacional. No escopo do relatório, várias denúncias atribuídas ao chefe do Planalto.

— Vocês acham que um trabalho da dimensão que foi essa CPI poderia simplesmente acabar? Não vai acabar quando a gente pensa que termina — ironizou em postagem no Instagram.
— Fiquem de olho: dia 19, começaremos a leitura do relatório. Dia 20 de outubro, a votação. Dia 21 o relatório, se Deus quiser (estará) aprovado e, com a pressão de vocês, iremos levá-lo à Procuradoria Geral da República — completou.

A cúpula da CPI da Covid alega que Bolsonaro é o responsável por mais de 600 mil mortes no Brasil, prevaricou no cargo, entre outros supostos crimes.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários