Kajuru afirma que Alcolumbre não agenda sabatina porque “quer mostrar que Bolsonaro não manda no Senado”

O senador Jorge Kajuru, do Podemos, afirmou, recentemente, que o colega Davi Alcolumbre (DEM-AP), que é presidente da CCJ do Senado Federal, não agenda a sabatina do ex-Ministro da Justiça, André Mendonça, porque quer mostrar que o presidente Jair Bolsonaro não manda na Casa.

- Davi me disse que precisamos mostrar que o Bolsonaro não manda no Senado -

Nos corredores do Senado, os congressistas garantem que Alcolumbre é ressentido com Bolsonaro, que não o aproveitou; depois que ele foi substituído na presidência da Casa. Por esse e outros motivos ainda obscuros, Alcolumbre nega marcar a sabatina do ex-Advogado-Geral da União (AGU). Sem passar pelo “exame” dos parlamentares, ele não pode assumir a cadeira do STF.

Esta semana, surgiram rumores de que Davi Alcolumbre teria comentado com aliados que vai “sentar” em cima da questão até que o Brasil eleja outro presidente da República. Além disso, há ruídos de que os senadores não gostam da ideia de que haverá um pastor evangélico integrante da Corte.

- Eu até concordo com o Davi que precisamos mostrar ao Bolsonaro que ele não manda aqui. Mas, é óbvio demais que a jogada ensaiada do Davi é naufragar o nome de André Mendonça e colocar na disputa o Augusto Aras - avaliou Kajuru.

Augusto Aras é Procurador-Geral da República e é um dos cotados para ser o próximo indicado de Bolsonaro ao Supremo.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários