Volta a circular na internet o caso de modelos vendendo a virgindade em site adulto

Recentemente, voltou a circular na internet o caso da modelo que vendeu a virgindade, em 2017, por 3,3 milhões de dólares (10,8 milhões de reais).

A modelo americana de 19 anos, Giselle, afirmou ter leiloado sua virgindade no site Cinderella Escorts. Disse que a “conquista” já era um antigo sonho, que se tornou realidade. A agência, por sua vez, afirmou que a maior proposta foi a de um empresário de Abu Dhabi, de 2,9 milhões (9,5 milhões de reais), depois a de um ator de Hollywood, que ofereceu 2,8 milhões de dólares (9,1 milhões de reais).

A modelo disse que com a quantia que recebeu iria comprar uma casa, investir nos estudos e viajar pelo mundo.

Todavia, a moça ficou assustada com as críticas que passou a receber nas redes sociais, mas afirmou não se arrepender de nada.

- Quantas pessoas entregariam sua primeira vez a alguém se tivessem 2,9 milhões de dólares em troca? - questionou.

Depois dela, a modelo azerbaijana Mahbuba Mammadzada também vendeu a virgindade em um leilão, em 2019, pelo valor de £ 2 milhões, o equivalente a 10 milhões de reais, na época.

Mahbuba tinha 23 anos, quando decidiu leiloar a primeira experiência sexual. Um político japonês residente na cidade de Tóquio foi quem arrematou o “dote”.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários