SC: Policiais prestam últimas homenagens à colega morto a facadas. Filha e amiga são suspeitas do crime

Os policiais civis da delegacia de São Miguel do Oeste, em Santa Catarina, fizeram uma homenagem ao agente morto a facadas, Neife Luiz Werlang, de 46 anos. Fizeram um comboio, ligaram as sirenes das viaturas e colocaram faixas com os dizeres "luto". E, assim, percorreram, neste sábado (16), o trajeto que saía da Igreja Matriz e seguia até o Cemitério Municipal.

O policial foi encontrado em casa, com três cortes no pescoço, na noite da sexta-feira (15). Foi um ataque planejado e a filha dele e a amiga dela, adolescentes de 12 e 13 anos, são suspeitas do crime. Elas confessaram o assassinato e já estão apreendidas no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Chapecó.

O policial trabalhava há 25 anos na Polícia Civil e respondia pelo setor de alvarás da Delegacia Regional de Polícia de São Miguel do Oeste e pela delegacia de Paraíso.

Ainda não se sabe a motivação para o crime.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários