Caminhoneiros vão fazer greve nacional no dia 1º de novembro

Uma nova paralisação dos caminhoneiros - a nível nacional - está agendada para o dia 1º de novembro. El terá duração de 15 dias consecutivos, caso o Governo Federal não encontre uma forma de baixar o valor do diesel no Brasil.

Esta semana a Câmara de Deputados aprovou nova ICMS fixo para os combustíveis na tentativa de fazer o preço final ao consumidor ser reduzido. O imposto é de esfera estadual e os governos dos entes federados, em sua maioria, nega diminuir o valor da tarifa cobrada.

Os caminhoneiros reivindicam também a "defesa da constitucionalidade do Piso Mínimo de Frete" e o retorno da aposentadoria especial após 25 anos de contribuição ao INSS.

- Ficou decidido que vamos dar 15 dias para o governo responder - declarou Luciano Santos Carvalho, do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira.

Essa paralisação por 15 dias não é apoiada pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam). A entidade representa cinco federações de caminhoneiros, 59 sindicatos e quase 600 mil profissionais.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários