Jefferson publica vídeo em que diz “orar em desfavor de Moraes” e ministro cobra explicações da Administração Penitenciária e hospital

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou que a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro, sob o comando de Fernando Veloso, e o diretor do Hospital Samaritano Barra expliquem, em até 24 horas, como o ex-deputado federal e atual presidente do PTB, Roberto Jefferson, publicou outro vídeo nas redes sociais, na quinta-feira (14), estando proibido de acessar a internet; além de outras medidas restritivas.

Nas imagens, Jefferson ironiza Moraes e diz:

- Que ninguém o trate com bondade, nem tenha misericórdia dos seus filhos órfãos, porque o Xandão não tem misericórdia da família de ninguém. (...) Oro em desfavor do Xandão - debocha.

Roberto Jefferson teria gravado o vídeo um dia após Moraes ter decretado o retorno dele à prisão. Ele teve alta hospitalar semana passada, mas não conseguiu ir para a prisão domiciliar.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários