Defesa pede a Moraes que libere Daniel Silveira para fazer cirurgia de emergência

A defesa do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, nesta segunda-feira (18), que revogue a prisão preventiva do parlamentar. Silveira precisa fazer uma cirurgia de emergência no joelho.

- Desde a lesão, de conhecimento deste juízo, antes mesmo da prisão (24/06), a defesa vem alertando sobre a URGÊNCIA do caso; a fim de se evitar sequelas e /ou prejuízos à saúde de Daniel Silveira - escreveu a defesa do deputado na petição, acrescentando que Silveira tem “fortes dores”, “dificuldade de caminhar”, “perda de equilíbrio”, “inchaços constantes”, “dificuldades de encolher o membro lesionado e tantas outras limitações”.
- O dr. Raimundo Pereira Filho, CRM/BA 14.020, emitiu relatório médico onde está posta a situação de urgência no tratamento de Daniel Silveira; inclusive descrevendo as consequências da omissão de tratamento e a necessidade imediata de intervenção cirúrgica, para amenizar o prejuízo já sofrido e permanente no joelho do parlamentar – completou o advogado Paulo César Rodrigues de Faria.

O deputado federal foi preso, pela primeira vez, em fevereiro deste ano, por Alexandre de Moraes, sob a alegação de que ele ameaçou as instituições democráticas do país e defendeu o AI-5. Ele ficou na penitenciária alguns meses, saiu e foi para o regime domiciliar. Mas, em junho, o ministro disse que o parlamentar violou as regras da tornozeleira eletrônica e o mandou de volta para a prisão.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários