Governo Federal reajusta em 23,29% o valor mínimo das bolsas de Residência em Saúde

Os Ministros da Educação e da Saúde, Milton Ribeiro e Marcelo Queiroga, assinaram uma Portaria Interministerial que reajusta o valor mínimo das bolsas de Residência em 23,29%. Dessa forma, o valor passa de R$ 3.300,00 para, no mínimo, R$ 4.106,09, a partir de janeiro de 2022.

As Residências Médicas Multi e Uniprofissional em Saúde são programas de especialização, coordenados pelo Ministério da Educação (MEC), que têm papéis fundamentais em ações de políticas públicas do Brasil. O valor das bolsas é definido por portarias interministeriais e reflete nos cenários que formam especialistas bem capacitados para o serviço com melhor qualidade ao país.

O Ministério da Educação é responsável pelo pagamento mensal de mais de 14 mil bolsas de Residência Médica, Multi e Uniprofissional em Saúde. O investimento total anual passará de R$ 665 milhões para R$ 813 milhões. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), na sexta-feira (15).

Com informações de MEC

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários