Está proibido matar cães e gatos saudáveis no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, nesta quarta-feira (20), um projeto de lei que proíbe o sacrifício de cães e gatos sem problemas de saúde por órgãos de controle de zoonoses, canis públicos e outros estabelecimentos similares. Normalmente, animais recolhidos das ruas são encaminhados para essas unidades.

De acordo com o PLC 17/2017, apenas animais com doenças graves ou enfermidades infectocontagiosas incuráveis, colocando em risco a saúde humana e de outros bichos, é que poderão sofrer a eutanásia. Mas, devidamente comprovado por laudo veterinário.

- A ideia central do projeto é a proteção animal e o incentivo à adoção, retirando de cena o abatimento desmotivado e desarrazoado de animais sem doença infectocontagiosa incurável - explicou, em comunicado, a Secretaria-Geral da Presidência da República.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários