Tropas venezuelanas se mobilizam na fronteira e Governo Federal aumenta a vigilância

O Departamento de Inteligência do Governo Bolsonaro recebeu a notícia de que o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, vai deslocar um grande exército para a fronteira com o Brasil.

Segundo o Governo Federal, a ofensiva do socialista tem a ajuda do governo da Rússia e seria feita para avaliar como está o exército brasileiro; caso haja uma invasão estrangeira ao país.

Os militares russos são capazes de operar mísseis que derrubam aviões em longas distâncias e muito tem se falado sobre a "internacionalização" da Amazônia e o direito de outras nações sobre a floresta, os minérios e a biodiversidade brasileira.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários