VÍDEO: “Se venderem, eu tomo de volta”, diz Ciro sobre privatização da Petrobras

O ex-governador do Ceará e “eterno” presidenciável, Ciro Gomes (PDT), em live, nesta terça-feira (26), disse que, caso o Governo do Presidente Jair Bolsonaro privatize a Petrobras; ele vai “tomá-la de volta”.

- Se venderem a Petrobras, eu tomo de volta com as devidas indenizações – garante, citando o aumento no preço dos combustíveis.

O ex-Ministro da Integração Nacional do Governo Lula acredita que Bolsoanro estaria vendendo a estatal para beneficiar “interesses internacionais” e qualificou a tomada de decisão como “estratégia maligna”.

- São duas as razões: fazer a Petrobras ser a queridinha dos estrangeiros, para vender, e fazer o povo brasileiro odiar a Petrobras, encerrando o amor e o respeito que nós sempre tivemos por essa grande corporação brasileira. São milhares de trabalhadores brasileiros que recebem em real e que estão do nosso lado - opinou.

O presidente Bolsonaro admitiu estar pensando na venda da estatal depois que os combustíveis no Brasil tiveram altas seguidas. Mas, disse que o assunto era tratado com muita cautela por especialistas do seu governo.

- Não tem decisão tomada. Existem estudos a respeito – adiantou.
- Quando se fala em privatizar a Petrobras, isso entrou no nosso radar. Mas, privatizar qualquer empresa não é - como alguns pensam - pegar a empresa, colocar na prateleira e amanhã quem dá mais leva embora. É uma complicação enorme! Ainda mais, quando se fala em combustível - explicou.

E acrescentou:

- Se você tirar do monopólio do Estado e botar no monopólio de uma pessoa apenas, particular, fica a mesma coisa ou talvez até pior - avaliou o chefe do Planalto.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários