Datena desiste outra vez da presidência para se candidatar ao Senado pelo PSD

O apresentador de televisão José Luiz Datena desistiu, mais uma vez, de se candidatar à presidência da República, em 2022. Não só isso: ele também sairá do PSL para migrar ao PSD, de Gilberto Kassab, ex-prefeito de São Paulo.

A ideia é que ele dispute uma cadeira no Senado Federal por São Paulo, onde teria mais chances de vencer a disputa.

O PSD de Kassab tem outras “cartas na manga” como a possível filiação de Geraldo Alckmin, que sairia do PSDB e concorreria ao Governo de São Paulo pela nova sigla.

Além disso, a legenda está com planos grandes para o futuro: o atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, será o candidato à Presidência no ano que vem e outros o PSD acredita que Alexandre Kalil (BH) e os senadores Antonio Anastasia (MG), Otto Alencar (BA) e Omar Aziz (AM) serão capazes de "puxar" muitos eleitores.

Em entrevista ao Portal UOL, em outubro deste ano, Datena explicou por que não viria mais candidato à presidência pelo PSL.

- Ficou um pouco mais complicado. A diferença é que eu já havia sido lançado como candidato à Presidência pelo PSL e, agora, após a fusão com o DEM, eu vou ter que participar de prévias. Se eu me meter em prévia para a Presidência, o Pacheco e o Mandetta me 'jantam'. Pra disputar uma vaga dentro do partido, você precisa ter habilidade política e fazer coisa que eu não sei fazer - alegou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários