VÍDEO: Irmão de Dias Toffoli é afastado de paróquia após fiéis descobrirem que ele é sócio em resort de luxo

O irmão do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o cônego José Carlos Dias Toffoli, será afastado da Paróquia “Sagrada Família de Marília”, a partir do dia 1° de dezembro. Segundo circular da igreja católica, ele estará em tempo de “descanso e fortalecimento espiritual”.

A decisão dos superiores do padre vem logo depois que o site “O Antagonista” publicou matéria informando que José Carlos e outro irmão, José Eugênio, tornaram-se sócios em um resort de luxo em Ribeirão Claro, no Paraná. Mas, o curioso é que o cônego trabalha para a igreja católica desde 1983 e o salário para o cargo que ocupa varia de R$ 2 a R$ 7 mil.

Os irmãos do ministro fizeram um aporte de R$ 370 mil e passaram a deter 33,33% do negócio.

Em outubro de 2020, o Ministério Público de São Paulo acionou outro irmão de Dias Toffoli por danos aos cofres públicos. Desta vez, foi José Ticiano (PT), que foi prefeito da cidade de Marília, o rrolado na Justiça para reparar prejuízos ao erário público.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários