Após repercussão negativa, André Marinho pede demissão da Jovem Pan

Na estreia do canal aberto da Jovem Pan, semana passada, o presidente da República, Jair Bolsonaro, foi convidado para ser um dos primeiros a serem entrevistados pela emissora. O chefe do Executivo compareceu ao programa Pânico, mas André Marinho, que é filho de um ex-aliado do Governo Federal, resolveu fazer perguntas com duplo sentido e o resultado foi que Bolsonaro saiu ao vivo da entrevista.

Na ocasião, Marinho, que é filho do primeiro suplente do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, insinuou que o congressista teria feito “rachadinhas” (quando um político fica com parte do salário de assessores). Chateado com o teor da pergunta, Bolsoanro disse que estava ali para responder questionamentos referentes às ações dele no Governo e lembrou a Marinho que o pai dele (Paulo Marinho) seria o maior beneficiado, caso Flávio perdesse o cargo.

- Você sabe que eu sou presidente da República e respondo sobre meus atos, tá ok? Então, não vou aceitar provocação tua. E você recolha-se ao teu jornalismo. Não vou aceitar. Se não encerro a entrevista agora. O teu pai é o maior interessado na cadeira do Flávio Bolsonaro. Não vou discutir contigo ou acaba a entrevista aqui”, disparou.

E acrescentou:

- O teu pai quer a cadeira do Flávio Bolsonaro. Eu decidi com o Flávio indicar teu pai para primeiro suplente, em confiança nele. Não tem mais conversa contigo - finalizou.

O jornalista e comentarista político, Adrilles Jorge, defendeu o presidente e disse que André Marinho provocava Bolsonaro. Uma grande discussão entre os dois foi iniciada e o presidente deixou a entrevista ao vivo.

O apresentador da atração, Emílio Surita, explicou, no dia seguinte ao debate, que todos os participantes do programa tiveram uma conversa dias antes da entrevista sobre os temas a serem tratados e que Marinho, por vontade própria, rompeu o acordo e questionou Bolsonaro sobre assunto que não estava previamente informado.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários