Cientistas descobrem maior felino "dente-de-sabre" que viveu há milhões de anos na América do Norte

Com 400 quilos e a capacidade de abater presas com mais que o dobro do seu peso, um felino gigante viveu na América do Norte há milhões de anos.

A informação está presente em um novo estudo publicado, na última segunda-feira (3), pela Sociedade para o Estudo da Evolução dos Mamíferos, uma organização dos Estados Unidos.

Jonathan Calede, coautor do estudo e professor assistente da Universidade Estadual de Ohio, revelou que esses animais eram capazes de caçar presas “do tamanho de bisões” e indica que este era “o maior felino vivo” naquela época.

A nova espécie foi nomeada como: ‘Machairodus lahayishupup’.

- Estamos bastante confiantes de que é um felino dente-de-sabre, uma nova espécie do gênero Machairodus (tigre dente-de-sabre) - informou John Orcutt, professor assistente de biologia na Gonzaga University.

As suposições baseadas em sua idade indicam que o animal viveu entre 5 e 9 milhões de anos atrás.

O maior dos ossos disponível para a análise tinha mais de 45 cm de comprimento e 4,3 cm de diâmetro.

Para comparação, o mesmo osso de um leão adulto mede 33 cm.

Orcutt e Calede encontraram fósseis semelhantes no Museu de História Natural de Idaho, no Museu de Paleontologia da Universidade da Califórnia e no Museu Memorial do Texas.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários