Moro convida militares para sua cerimônia de filiação ao Podemos

O ex-juiz federal e ex-Ministro da Justiça, Sérgio Moro que, no próximo dia 10, vai participar de cerimônia de filiação no Podemos, já está em ritmo de pré-campanha eleitoral. Segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, ele convidou até generais para participarem do ato.

Ainda não se sabe se ele vai disputar a presidência da República ou uma cadeira no Senado. Mas, a entrada na política já é dada como certa.

O general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência e, hoje, um crítico ao Governo Bolsonaro, foi um dos convidados de Moro. Além dele, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o ex-Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta também têm grandes chances de comparecerem ao evento.

Apesar dos novos aliados, Moro tem um longo caminho pela frente: é que com a política tão polarizada, ele terá de enfrentar aliados do Governo Federal que o consideram traidor por ter abandonado o cargo no início da pandemia da Covid-19 no Brasil. E, por outro lado, partidos de esquerda ligados ao PT, de Luiz Inácio Lula da Silva, o xingam de juiz corrupto, por ter aceitado cargo na Gestão Bolsonaro.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários