Esquerda aproveita morte de Marília Mendonça para culpar Bolsonaro

A morte precoce da cantora sertaneja Marília Mendonça, de 26 anos, e mais quatro pessoas, na tarde desta sexta-feira (5), em Caratinga, interior de Minas Gerais, foi utilizada por um perfil de esquerda no Twitter, chamado “Catraca News”.

O perfil, que se intitula de humor, postou minutos após a confirmação de falecimento da artista:

- Mais uma vítima do desgoverno Bolsonaro. Marília Mendonça sempre foi voz crítica ao fascismo que nos assola. Com o desmonte da cultura, os artistas dispõem de menos recursos e tem que economizar em estrutura e transporte, ocasionando acidentes como esse. Deus te receba, Marília! - disparou ao ataque.

Seguidores criticaram a postagem e rebateram o perfil na rede social.

- Sinceramente vcs passam do limite. Em um momento tão triste, vcs usam pra palanque sem necessidade. A @MariliaMReal não merece isso -
- Quanta idiotice. Vcs são imundos, quantos acidentes devemos com aeronaves nos últimos anos com vários artistas. Cobrem as empresas para q mantenham em dia as manutenções das naves -

O perfil respondeu aos internautas e disse estar sendo perseguido por “milícias digitais bolsonaristas”.

- Atenção: quem é neutro é shampoo de crianças, aqui somos de esquerda. Quem não gosta do fato de falarmos verdades na cara, custe o que custar, pode parar de seguir -

E completou:

- Atenção: milícias digitais bolsonaritas estão nos atacando por trazer a verdade sem papas na língua. Não caiam em fake news: temos enorme respeito pela Marília Mendonça, apenas repudiamos o fascismo -

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários