Bolsonaro cancela filiação no PL: “Casamento tem que ser perfeito”

O presidente Jair Bolsonaro cancelou filiação no PL. A notícia foi confirmada pelo próprio partido no domingo (14).

- Após intensa troca de mensagens na madrugada deste domingo, 14, com o presidente Jair Bolsonaro, decidimos, de comum acordo, pelo adiamento da anunciada cerimônia de filiação - informou o presidente nacional do PL, Waldemar da Costa Neto.

Bolsonaro avalia, cirurgicamente, para que sigla migrar depois que foi eleito presidente do Brasil, em 2018. É que a legenda escolhida também faz as suas contrapropostas e o presidente tem receio de ficar refém de mais um partido.

Em viagem a Dubai, ele explicou que precisa de uma sigla que apoie suas pautas.

- Temos muitas coisas a acertar ainda. Por exemplo: o discurso meu e do Valdemar nas questões das pautas conservadoras, nas questões de interesse nacional, na política de relações exteriores - detalhou.

E completou:

- A questão de defesa, os ministros, o padrão de ministros a continuar. Casamento tem que ser perfeito - avisou.

Nas eleições de 2018, a "onda Bolsonaro" elegeu muitos políticos e inflou o PSL, partido que o presidente fazia parte. Mas, meses depois, muitos parlamentares abandonaram as pautas conservadores e se autodenominaram de oposição ao Governo Federal.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários