Moraes proíbe Daniel Silveira de dar entrevistas: “Sob pena de restabelecimento da prisão"

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, proibiu, neste domingo (14), o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) de conceder novas entrevistas sem autorização judicial.

Moraes havia revogado a prisão preventiva do parlamentar, no dia 8, e substituído por medidas cautelares. Mas, alegou que Silveira estaria, terminantemente, proibido de “se comunicar com qualquer pessoa".

O ministro determinou que a defesa do deputado preste esclarecimentos sobre o descumprimento das cautelares que haviam sido impostas e questionou, principalmente, “entrevista amplamente divulgada por meio de redes sociais, sob pena de restabelecimento da prisão".

No sábado, Daniel Silveira falou ao programa "Pingos nos Is", da Jovem Pan News, em que afirmou que mantinha o que havia dito em vídeo divulgado em fevereiro deste ano, em que criticava a postura leviana dos membros da Corte.

Silveira foi preso no mesmo mês.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários