Satélites de Elon Musk farão o monitoramento da Amazônia

Nesta terça-feira (16), o Ministro das Comunicações do Governo Bolsonaro, Fábio Faria, anunciou no Twitter encontro com o homem mais rico do mundo, Elon Musk.

O ministro antecipou que o Governo Federal utilizará a tecnologia da empresa do sul-africano para levar internet a escolas rurais do Brasil e também utilizar os satélites da SpaceX para monitorar o crescimento do desmatamento e possíveis queimadas na Amazônia.

- Em breve, @elonmusk estará no Brasil para conectarmos as escolas rurais e protegermos a Amazônia utilizando a tecnologia da SpaceX/Starlink. A gente no @govbr não tem otimismo e não tem pessimismo. A gente faz acontecer!!! Eu acredito no Brasil!! -
- O nosso objetivo é levar internet para áreas rurais e lugares remotos, além de ajudar no controle de incêndios e desmatamentos ilegais na floresta amazônica - explicou o ministro Fábio Faria, quando esteve em reunião com Musk, no Texas, nesta segunda-feira (15).

A SpaceX tem, aproximadamente, 4.500 satélites que orbitam em baixa altitude. A empresa de Elon Musk pretende investir US$ 30 bilhões no projeto Starlink.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários