Lewandowski e Gilmar são a favor de desbloqueio dos bens de Lula

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, votaram a favor do desbloqueio de bens do ex-presidente e ex-presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado pela “Operação Lava Jato”.

O plenário do Supremo está decidindo a questão. Por meio dele, cada ministro dá o seu voto sem sequer explicar os motivos.

O STF, em março deste ano, anulou todas as sentenças do petista no âmbito da “Lava Jato”, alegando que o ex-juiz, Sérgio Moro, era “suspeito”. No mês seguinte, declarou que a 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba era incompetente para continuar julgando as ações do petista.

O juiz Luiz Antônio Bonat, que ficou no lugar de Moro em Curitiba, manteve a ordem para bloqueio de bens do ex-presidente. Mas, a defesa de Lula pedia revogação da medida.

Já votaram: Edson Fachin (contra), Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes favoráveis. Só falta Kassio Nunes Marques.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários