Oposição tenta afastar presidente do Inep um dia antes da realização do Enem

Deputados de oposição ao Governo Bolsonaro tentaram interferir na realização do Enem 2021 e pediram que o Tribunal de Contas da União (TCU) afastasse o presidente do Inep, Danilo Dupas, horas antes da realização do Enem 2021. O ministro do órgão de fiscalização, Walter Rodrigues, negou o pedido neste sábado (20).

Desde 2019, o Governo Federal sofre com interferências às vésperas da principal prova de ingresso ao ensino superior no Brasil. Este ano, a Defensoria Pública da União (DPU), a quatro dias dos exames, inesperadamente, abriu ação exigindo que o Inep comprovasse que as provas não seriam fraudadas, nos dias 21 e 28 deste mês.

O ministro Walter Rodrigues achou descabida a ação e disse:

- A dois dias da data da primeira etapa do exame, espera-se que todo o esquema para aplicação do exame esteja definido e pronto – comentou, acrescentando que todas as medidas de segurança para a realização da prova já haviam sido tomadas.

Quanto ao fato do presidente Jair Bolsonaro ter dito que o conteúdo dos testes estava mais técnico do que ideológico, o ministro disse que levará ao plenário do TCU proposta para analisar se as provas tiveram aspecto pedagógico.

O Enem é realizado no Brasil desde 1998. É o segundo maior vestibular do mundo. Só perde mesmo para o Gão Kão da China.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários