Por aliança política, Moro participa de Congresso do MBL

O ex-juiz federal e ex-Ministro da Justiça, Sérgio Moro, participou de Congresso do Movimento Brasil Livre (MBL), neste sábado (20).

O possível presidenciável estava acompanhado da filha, do genro, do marqueteiro Fernando Vieira e da deputada federal Renata Abreu, presidente do Podemos.

Moro pediu à organização do evento que a imprensa fosse impedida de falar com ele. Provavelmente em virtude das críticas que o ex-Ministro ouviria em torno de todas as alianças, no mínimo, “estranhas” que Moro tem procurado fazer em torno de sua suposta candidatura às eleições presidenciais de 2022.

É que, de fato, o ex-juiz tem adotado um tom muito “conciliador” desde que se filiou ao Podemos. Recentemente, até disse que não sentia “rancor” do ex-presidente Lula, a quem ele mandou para a prisão e que lhe faz duras censuras.

Agora, ele tenta aproximação com o MBL de Kim Kataguiri e Arthur Moledo do Val. Ambos, por sinal, também já se destacaram na direita, em 2018, fingindo apoio irrestrito ao presidente Jair Bolsonaro.

Decidido a ganhar o pleito do ano que vem, Moro não liga para os julgamentos e tem levado à sério seu projeto de presidenciável. Ele até disse para o amigo e apresentador Danilo Gentili que “está pronto” para ser o nome escolhida da “terceira via”.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários